domingo, 1 de maio de 2016

Como decorar bolos

3.    Extração, classificação e peneiramento: são termos utilizados para descrever a separação dos produtos depois da ação de cada rolo de tritu-ração, que acontece no interior de peneiras oscilatórias para separação. A semolina é separada como semolina grossa e fina, pelo processo de classificação. Depois será levada para o sistema de purifi cação, e a fari-nha produzida irá para o sistema de coleta. enfeitar bolo


espetinho
espetinho
vender espetinho
fazer espetinho
4.    Purificadores: nesse sistema, a semolina é “purificada” através de um fluxo de ar, retirando qualquer farelo fino, sem manchar a farinha branca e prejudicar os módulos de panificação. bolo decorado
5.    Sistema de redução: é o estágio final da moagem. A semeadura limpa é reduzida por um conjunto de até doze pares de moinhos de rolo. Esses rolos são lisos e a velocidade é diferente para cada par de rolos. A primei-ra seção dos rolos de redução vai atuar na semolina limpa, produzindo farinha mais branca para panificação. A seção intermediária vai atuar so-bre os resíduos da primeira seção e sobre os estoques de pior qualidade dos últimos purifi cadores da trituração. Os dois ou três rolos finais vão atuar no estoque residual das duas primeiras seções, produzindo farinha de qualidade inferior. O sistema de redução de um moinho de farinha vai determinar o mais importante parâmetro da panifi cação, que é a ab-sorção de água. Essa absorção de água está relacionada a três fatores importantes na especificação da farinha: o grau de umidade, conteúdo proteico e o nível de dano ao amido. decorar bolos






Aula 1 – Trigo e a farinha de trigo        enfeitar bolos                                                         27                    e-Tec Brasil



6.   Separador de farinha: no sistema de trituração, cada par de rolos de redução é seguido por um separador que realiza três e cinco separações. A farinha é removida e os estoques anteriores são classificados entre os rolos de redução na sequência.

No final do sistema, a farinha removida é de qualidade inferior para pani-ficação, e os resíduos saem para um sistema de granel de ração de trigo. No fim do processo de separação, todas as farinhas originadas das diversas máquinas são misturadas, produzindo farinha de “corrida contínua”. É uma farinha branca normal com taxa de extração de 76 a 78%, indicando a eficiência do moinho. O tipo de farinha produzida será de acordo com as exigências do consumidor.

Terminando os seis estágios, passa-se para a parte final, ou seja, o armaze-namento e embalagem, etapa em que a farinha sai do moinho e passa por um peneiramento de segurança antes de ser armazenada. O peneiramento de segurança é realizado em uma peneira fi na, com malha de 300 μm. Fun-ciona como prevenção se, por acaso, houver rompimento de uma das muitas outras peneiras do moinho.

Os silos de armazenamento podem ser de concreto, aço e madeira. Estão sujeitos à ruptura, são pesados e a fundação tem que ser muito profunda. Os silos de aço são mais baratos, leves e fáceis de instalar, e podem ser des-montados e remontados.

As embalagens de farinha, dependendo do uso fi nal, vão desde 1kg até sacos de uma tonelada, embaladas em saco de papel ou sacos de aniagem.
a) Conceitue, com as suas próprias palavras, o que é o processo de moagem.

b)   Escolha quatro dos testes de qualidade que fazemos no primeiro passo para a moagem – recepção do trigo – e descreva resumidamente cada um deles.


c)   Analisando os sete passos da moagem, qual deles você considera mais importante e por quê? 


Curso de pintura hidrografica wtp


Curso de mega Hair




Curso de porcelanato liquido 3d

Nenhum comentário:

Postar um comentário